07.05.2019 | 11h29

Combate ao aquecimento global quase sem verba

Os cortes de orçamento feitos na semana passada pelo Ministério do Meio Ambiente atingiram em cheio as ações contra o aquecimento global praticadas no País. Dos R$ 11,8 milhões que seriam usados neste ano na Política Nacional sobre Mudança do Clima, para atender a compromissos assumidos pelo Ministério do Meio Ambiente, R$ 11,3 milhões foram contingenciados (96%), sobrando apenas R$ 500 mil, informou o Estadão.

A tesourada não pegou ambientalistas de surpresa, já que, desde o período da campanha eleitoral, o tema do aquecimento global tem sido encarado como uma discussão política e pauta esquerdista pelo governo Bolsonaro. Em janeiro, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que as mudanças climáticas são uma “trama marxista”. O próprio ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, chegou a classificar a discussão sobre aquecimento global como algo “secundário”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO