01.01.2019 | 15h11

Collor e Sarney no plenário

Se uma das tônicas do discurso que levou à vitória de Jair Bolsonaro foi a renovação da política, duas figuras bem posicionadas no plenário da Câmara na solenidade de posse teimavam em destoar: Fernando Collor e José Sarney, empertigados, cantavam o Hino Nacional a plenos pulmões próximos à primeira-dama, Michele, e à esposa do general Hamilton Mourão. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO