19.02.2019 | 13h20

Colégio de líderes impõe derrotas ao governo na Câmara (1)

Insatisfeitos com a falta de organizacão de uma base do governo dentro da Câmara, os líderes partidários aproveitaram sua reunião de hoje, pela manhã, para impor duas derrotas ao Planalto. Contra a vontade do líder do governo na Câmara, Major Vítor Hugo (PSL-GO), e do PSL, os líderes aprovaram a inclusão na pauta de votações de hoje da Câmara do Projeto de Decreto Legislativo 3/2019 que derruba a aplicação do decreto editado pelo governo Bolsonaro que muda a legislação para classificação de dados e documentos ultrassecretos. Ou seja, se for aprovado o decreto da Câmara, a política para classificação de dados e documentos volta ao que era antes.

Também foi aprovada a inclusão na pauta de hoje de requerimento de convocação do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, para ser ouvido no plenário da Câmara e explicar qual foi a razão da nomeação de um general brasileiro para coordenar no nível operacional o Comando Militar Sul dos Estados Unidos. Esse requerimento foi apresentado pelo líder do PDT, André Figueiredo (CE) e, se passar, causa um desconforto para o governo, já que a ideia é questionar o ministro se a parceria se relaciona de alguma maneira com a situação política da Venezuela. /Marcelo de Moraes


VOLTAR PARA O ESTADÃO