23.10.2018 | 17h38

Colaborador de Guedes sugere isenção entre China e EUA

Conselheiro para temas de economia internacional e comércio de Paulo Guedes, eventual ministro da Economia de Jair Bolsonaro, Marcos Troyjo, professor da Universidade Columbia, nos Estados Unidos, recomenda que o Brasil se mantenha neutro na guerra comercial entre Estados Unidos e China. Em vez de escolher um lado, Troyjo disse, segundo o Estadão, o País deve explorar as oportunidades oferecidas pelos dois.

“A suposta guerra comercial é mais um movimento de acomodação do que algo que vá escalar outras áreas para além da economia e, portanto, tornar necessário fazer algum tipo de alinhamento”, afirmou. “Ter de escolher lados de maneira automática e irreversível não é olhar esse quadro de maneira realista.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO