23.11.2018 | 15h49

Cirurgia de Bolsonaro adiada

Antes prevista para ser realizada em 12 de dezembro, a cirurgia que o presidente eleito Jair Bolsonaro deve fazer para a retirada da bolsa de colostomia, que carrega desde setembro, só deve ser realizada a partir de janeiro, quando o paciente será novamente reavaliado.

Segundo boletim divulgado pelo Albert Einstein nesta sexta, 23, Bolsonaro tem no momento uma “inflamação do peritônio e processo de aderência entre as alças intestinais”, mas “encontra-se bem clinicamente”.


Mais conteúdo sobre:

peritônioJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO