13.09.2018 | 09h12

Cirurgia adia alta de Bolsonaro

A nova cirurgia a que Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido na quarta-feira, 12, deve prolongar a internação do presidenciável. Aliados do ex-capitão já admitem a hipótese de ele não participar das atividades da campanha nem do segundo turno, informou a Coluna do Estadão.

Os opositores de Bolsonaro entendem que, com este novo quadro clínico, quem criticá-lo poderá ser visto como insensível pelo eleitorado.


VOLTAR PARA O ESTADÃO