04.12.2018 | 23h11

Ciro quer ‘jogar o jogo democrático’ com Bolsonaro

Ciro Gomes quer encerrar de uma vez a narrativa de “golpe” e, nas palavras dele, “fazer política respeitando os ritos da democracia”. Durante sua live no Facebook se despedindo do público em 2018, o ex-candidato (ou talvez futuro candidato) do PDT à Presidência da República pediu para “encerrar esse crônica petista de chamar todo mundo de “golpista” e “jogar o jogo democrático”.

“Neste momento como houve um enorme terror feita pela cúpula do PT de que há um risco a democracia, temos que estimular o Jair Bolsonaro a jogar o jogo democrático. Temos que cercá-lo com as instituições. Mas na medida que o PT cooptou  as instituições da sociedade civil, nossas instituições estão muito fracas. Deixa eu dar um exemplo para vocês, cadê o exercito do Stédile? Cadê o exército do MST? Cadê a greve de fome? Isso ninguém aguenta mais. É preciso virar essa página e jogar o jogo da democracia. E até o presente momento ela está preservada”, disse.

 


Mais conteúdo sobre:

Ciro GomesJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO