18.07.2018 | 16h57

Ciro não acredita que foi racista

Ciro Gomes não acredita que chamar um negro de “capitão do mato” é um ato racista. Em entrevista para a Rádio Bandeirantes, o pré-candidato do PDT deu sua versão para ofensa. Para ele, o fato de “todas as entidades que defendem a questão dos negros” também chamarem o vereador Fernando Holiday do mesmo jeito lhe dá o mesmo direito.

“Capitão do mato é a pessoa que se presta ao serviço de perseguir os negros. Este jovem entrou na política dizendo que ia acabar com as cotas, com o dia da consciência negra. Todas as entidades que defendem a questão dos negros chamam ele de capitão do mato”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO