05.10.2018 | 08h55

Ciro morde e assopra

Ciro Gomes passou os últimos dias batendo em Fernando Haddad, na expectativa de tomar seu lugar como oponente de Jair Bolsonaro no segundo turno. Embora ainda tenha o propósito, ele modulou muito o tom com o petista no debate da Globo. Por quê?

Apoiadores do pedetista lembravam, na plateia, que, em caso de segundo turno, a união entre ambos será inevitável, seja qual for o candidato a seguir em frente. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO