12.03.2019 | 11h56

Ciro diz que Gleisi é ‘chefe de quadrilha’

Atento aos movimentos de quem possa ser seu adversário político no futuro, como o governador João Doria (PSDB), ou seu aliado, como a militância petista, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) já não generaliza suas críticas ao PT. Elas vão endereçadas agora à presidente da legenda. Em entrevista ao Valor, ele afirma que a deputada Gleisi Hoffmann (PR) é chefe de uma quadrilha. Ontem, ele defendeu que o PT tenha espaço na Comissão Especial da reforma da Previdência.

“Ela é a chefe. Ela e o marido estão enrolados em tudo. Se quiserem me processar, já estou acostumado. Estou falando a verdade. Não vale me processar por dano moral. Me processe por calúnia que tenho direito a demonstrar. É só tirar certidões das acusações do Ministério Público. Quantos tesoureiros o PT tem? Estão todos presos. Lula apoiou Sérgio Cabral até o gogó. Quem nomeou Michel Temer vice, contra minha opinião?”, disse ele, que ainda se sente “agredido, caluniado, atropelado pelas costas por essa canalha da cúpula do PT”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO