12.10.2018 | 13h20

Ciro dá troco no PT

“Na virada deste ano, Ciro havia se tornado a principal força eleitoral da esquerda depois de Lula. No entanto, após a condenação do ex-presidente em segunda instância, que o tornava inelegível, o petista optou por fazer valer a hegemonia de seu partido. Dono de um quarto do eleitorado brasileiro, Lula apostava que colocaria qualquer nome no segundo turno. A história provou que tinha razão”, escreveu Paulo Celso Pereira no Globo.

O colunista lembra que o ex-governador do Ceará foi dos poucos a ousar desafiar Lula. Pereira analisa os movimentos de Lula e do PT para isolar Ciro. E diz que a ida de Ciro para a Europa em meio ao segundo turno, foi um troco do pedetista no PT.


VOLTAR PARA O ESTADÃO