23.02.2019 | 10h01

Cerco se fecha sobre miliciano com elo com Flávio Bolsonaro

O cerco se fecha sobre o ex-capitão da PM Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado como miliciano e cuja mãe e esposa trabalharam no gabinete do deputado estadual e agora senador Flávio Bolsonaro. Segundo o Estadão, a Receita Federal vai ampliar a cooperação com o Ministério Público do Rio de Janeiro  para investigar os envolvidos na na Operação Os Intocáveis. Nóbrega é um dos alvos, mas segue foragido.


VOLTAR PARA O ESTADÃO