12.08.2018 | 14h51

Centrão ‘nosso’ de cada eleição

O Centrão que hoje se coloca ao lado de Geraldo Alckmin (PSDB) foi cortejado por outros candidatos à Presidência, mas também esteve junto dos governos Lula e Dilma. É provável que também volte a exercer algum tipo de “cooptação” em um eventual governo tucano, analisa Demétrio Magnoli, na Folha.

“O centrão, sempre é bom lembrar, tem interesses, não convicções”, afirma o colunista para acrescentar: “Há alguma surpresa no fato de que um quinto do eleitorado se deixa seduzir por um certo capitão baderneiro?”.


Mais conteúdo sobre:

centrãoGeraldo Alckmin
VOLTAR PARA O ESTADÃO