02.04.2018 | 17h49

Cármen pede ‘serenidade’

Em pronunciamento que vai ao ar na noite desta segunda-feira, 2, na TV Justiça, a presidente do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia pediu “serenidade”, informam Rafael Moraes Moura e Amanda Pupo no Blog do Fausto.

“Vivemos tempos de intolerância e de intransigência contra pessoas e instituições”, diz Cármen. “Por isso mesmo, este é um tempo em que se há de pedir serenidade. Serenidade para que as diferenças ideológicas não sejam fonte de desordem social. Serenidade para se romper com o quadro de violência. Violência não é justiça. Violência é vingança e incivilidade.”


Mais conteúdo sobre:

Cármen LúciaSTF
VOLTAR PARA O ESTADÃO