13.03.2018 | 16h32

Carmem Lúcia resiste à pressão do PT para beneficiar Lula

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, parece decidida a manter sua posição contrária à inclusão na pauta das ações que podem levar à possível revisão da prisão após a condenação em segunda instância.

Cármen Lúcia, que tem sido pressionada por petistas e aliados a incluir a questão na pauta do STF, para beneficiar o ex-presidente Lula, declarou na terça-feira, 13: “Eu simplesmente não me submeto à pressão”. disse. / J.F.


Mais conteúdo sobre:

Cármen Lúcia
VOLTAR PARA O ESTADÃO