29.03.2018 | 06h42

Cármem engrossa voz contra ameaças

A ministra Cármem Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, subiu o tom um dia depois de o ministro Fachin revelar que sua família está sendo alvo de ameaças.

“A Justiça não se intimida”, afirmou Cármem ao Estadão desta quinta-feira, 29.”O que o juiz ameaçado precisa é de garantia para ter tranquilidade e cumprir as suas funções.”

 


Mais conteúdo sobre:

Cármem LúciaSTFEdson Fachin
VOLTAR PARA O ESTADÃO