13.07.2018 | 08h22

Carlos Bolsonaro não vota impeachment

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) foi um dos quatro que faltaram à sessão extraordinária para votar a abertura ou não do processo de impeachment do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. A assessoria de Bolsonaro afirmou que ele estava em Santa Catarina. Por ‘sorte’, escapou da polêmica e da  lista dos 29 vereadores que, por maioria, rejeitaram o processo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO