22.08.2018 | 09h31

Candidatura de Lindbergh contestada

Além do cenário nacional, o PT vai ter que lidar com impugnação também no cenário local, no Rio de Janeiro. Segundo relata O Globo, a Procuradoria Regional Eleitoral contestou o registro de Lindbergh Farias (PT), candidato à reeleição ao Senado. Lindbergh teve suas contas reprovadas quando era prefeito de Nova Iguaçu e, portanto, o MP entende que ele se enquadra na Lei da Ficha Limpo e estaria inelegível por oito anos.

O senador afirma que a impugnação “afronta as decisões do TSE e do STF” e que “o pedido é frágil e escancara a perseguição ao PT”.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO