18.03.2018 | 13h35

Candidatos LGTB buscam mais espaço no Congresso

A eleição de 2018 promete apresentar um recorde de candidatos assumidamente homossexuais e defensores da causa, segundo reportagem de Gilberto Amendola publicada no Estadão deste domingo, 18.

Até sexta-feira passada, 16, a Aliança Nacional LGBTI+ havia mapeado um total de 93 nomes, divididos entre gays, mulheres e homens transexuais, lésbicas, bissexuais, travestis e outros (entre esses, os aliados – que podem ser heterossexuais mas são considerados defensores da bandeiras do grupo).

Hoje, dos 513 deputados federais, apenas um é assumidamente homossexual.

 


 

 

Mais conteúdo sobre:

Eleições 2018LGTB
VOLTAR PARA O ESTADÃO