24.02.2019 | 08h33

Campos Machado contra-ataca

Um dos principais críticos da “pressão” feita pela tropa do PSL para tentar eleger Janaína Paschoal presidente da Alesp, Campos Machado (PTB) contra-ataca a “turma do smarthphone”. Como mostra a Coluna do Estadão deste domingo, Machado quer propor um projeto que lei que proíba transmissões ao vivo pela internet (as chamadas “lives”) na tribuna, no plenário, em audiências e comissões. Ele alega que as lives são “atividade paralela” e que podem promover “incitação de movimentos de protestos” e até “a violência”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO