12.10.2018 | 08h22

Campos gravitacionais do 2º turno

“A movimentação dos atores políticos neste início de segundo turno permite medir a intensidade dos campos gravitacionais dos dois nomes da disputa. As adesões às chapas de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) nas próximas semanas dará uma pista das alianças que podem moldar seus governos”, escreveu Bruno Boghossian na Folha.

O colunista avalia que a situação do candidato do PT e PSL neste segundo turno. Bolsonaro está em posição confortável em relação a apoios e concessões. Haddad está em situação menos favorável, alguns de seus movimentos de moderação ainda não funcionaram.


VOLTAR PARA O ESTADÃO