17.10.2018 | 09h05

Campanha em autodestruição

“Tudo indica que o PT fracassou em convencer parte do mundo político de que esta eleição seria mais do que uma disputa pelo poder. Hesitações do partido e a resistência de potenciais aliados estimulam a dispersão daqueles que veem Jair Bolsonaro como uma ameaça”, escreveu Bruno Boghossian na Folha.

O PT contava com um apoio automático que não veio. O choque entre a cobrança por apoio e a cobrança por autocrítica expressa na campanha instintos de autodestruição.


VOLTAR PARA O ESTADÃO