15.10.2018 | 15h22

Campanha com tática militar

Confundido até mesmo com amador, o material de divulgação da campanha do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), segundo o antropólogo Piero Leirner, professor da Universidade Federal de São Carlos que estuda instituições militares há quase 30 anos, a comunicação de Bolsonaro tem se valido de métodos e procedimentos bastante avançados de estratégias militares, manejados de maneira “muito inteligente, precisa, pensada”, informou a Folha.


VOLTAR PARA O ESTADÃO