28.04.2019 | 08h20

Caminhos para mitigar o atraso

Em sua coluna de estreia na Folha, o economista e ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga classifica como “tragédias” os dados da economia brasileira que nos colocam como um País de renda média, cuja participação no PIB mundial e a renda per capita da população só encolheram nas últimas décadas.

“No momento a prioridade é a reforma da Previdência, passo crucial para sanar a crise fiscal e redutora ela própria de desigualdade. Urge também uma reforma do Estado, que precisa fazer mais com menos. Em ambos os casos as resistências já estão se armando. Como parte da resposta, urge também a eliminação dos subsídios e vantagens tributárias aos de renda mais alta, que envenenam o tecido social. Só assim as pessoas apoiarão as transformações necessárias”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO