31.08.2018 | 17h42

Calote no ‘mensalinho do Twitter’?

Ativistas que participavam da ação pró-PT nas redes sociais, pela qual deveriam receber pagamento em troca de publicações favoráveis a políticos do partido, estão reclamando de ter tomado calote da Follow, a agência de marketing digital ligada ao deputado federal petista Miguel Corrêa Júnior, candidato ao Senado em Minas Gerais, responsável pelo desenvolvimento de app do mesmo nome.

Segundo reportagem da Veja, as queixas começaram a aparecer na página do aplicativo na Play Store entre os dias 21 e 24 de agosto, antes de o caso vir à tona no domingo 26.”O app é bom, bem tranquilo de usar. Mas notei que não estão sendo contabilizados os pontos de compartilhamento do Twitter. Completados os 30 dias e ainda não recebi”, disse uma usuária. “Independente das minhas convicções partidárias, achei um golpe baixíssimo pra atrair gente com falsa promessa de renumeração”, disse uma outra. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO