29.11.2018 | 14h18

Caixa 2 de ex-governadores na mira do MP-SP

No mesmo dia em que o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB) foi preso, ex-governadores de São Paulo acenderam a luz de alerta e também podem estar na berlinda. Isso porque o Grupo CCR e o Ministério Público fecharam acordo de leniência em que é revelado caixa 2 de pelo menos R$ 30 milhões para campanhas eleitorais de ex-governadores e deputados de São Paulo.

Pelo menos 15 políticos são citados no termo, denominado Auto Composição para Ato de Improbidade, entre eles, os ex-governadores Geraldo Alckmin e José Serra e o deputado Campos Machado, informou o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO