13.08.2018 | 18h39

Cabral tenta convencer Bretas: ‘Nunca agi como corrupto’

Condenado em quatro processos pelo juiz Marcelo Bretas (cujas penas ultrapassam os 100 anos de prisão) e respondendo em 24 ações penais, o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral disse em audiência na 7.ª Vara Federal Criminal no Rio que “nunca agiu como corrupto”. O depoimento é parte do processo decorrente da Operação Unfair Play, que investiga suposta compra de votos para o Rio sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

“Fiz uso de caixa 2. Não estou dizendo que é um mal menor. Não é estratégia de defesa”, disse. “O que eu não fiz foi pedir propina, agir como corrupto. Eu nunca cheguei ao Arthur Soares (o empresário conhecido como “Rei Arthur”, que conseguiu alguns dos maiores contratos com o governo do Rio) para pedir isto ou aquilo”, afirmou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO