15.05.2019 | 19h28

‘Bush não convidou Bolsonaro’, diz assessor

O assessor de imprensa do ex-presidente George W. Bush, Freddy Ford, afirmou à jornalista Lúcia Guimarães, da revista Veja, que não foi informado previamente sobre a visita do presidente Jair Bolsonaro a Dallas e tampouco convidou o brasileiro para um encontro na cidade texana, conforme afirmara Bolsonaro na semana passada. “Ao contrário de algumas reportagens, o presidente Bush não esteve envolvido nos arranjos da viagem e não estendeu o convite para (Bolsonaro) vir a Dallas”, afirmou o assessor, em resposta ao questionamento da publicação.

“Mas claro que ele (Bush) concordou em se encontrar com o presidente Bolsonaro em seu escritório quando soube de sua visita à cidade – uma cortesia que ele regularmente estende aos dignatários estrangeiros quando estão nesta região”, acrescentou. Visitas entre chefes e ex-chefes de Estado, especialmente por questões de segurança, obedecem a protocolos extensos no tocante a datas, horários, local e temas a serem abordados no encontro. Bolsonaro passou pela cidade para receber uma homenagem da Câmara de Comércio Brasil-EUA após o presidente cancelar ida a Nova York em função de protestos contra sua presença na cidade.


Mais conteúdo sobre:

George W. BushJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO