28.11.2018 | 08h38

Burocracia prejudica segurança pública

Os R$ 5 bilhões prometidos pelo presidente Michel Temer a Estados e municípios para projetos na área de segurança estão travados por causa da burocracia. Os recursos do programa BNDES Pró-Segurança Pública ainda não foram liberados pelo banco porque falta a publicação de um documento pelo Ministério da Segurança Pública.

O dinheiro seria aplicado na compra de drones, viaturas, armas de choque e coletes à prova de bala. A pasta comandada por ministro Raul Jungmann informou à Coluna do Estadão que parte da verba será liberada nesta quinta-feira, 29.


VOLTAR PARA O ESTADÃO