28.04.2018 | 08h40

Brecha no Inquérito dos Portos

O Inquérito dos Portos, que envolve o presidente Michel Temer, pode sair das mãos do ministro-relator Luís Roberto Barroso por uma brecha. Investigados têm a opção como carta na manga caso sintam que o caso está avançando muito.

A Coluna do Estadão informa que dados de uma investigação de 2011, que também relacionava Michel Temer a suposto pagamento de propina no Porto de Santos, foram anexados ao relatório preliminar do Inquérito dos Portos. Se a antiga investigação for desarquivada, qualquer fato relacionada a ela deve ser encaminhada a Marco Aurélio Mello. Decisões de Barroso podem até ser anuladas.


VOLTAR PARA O ESTADÃO