11.03.2019 | 12h52

Brasil e EUA fecham acordo sobre base de Alcântara

Brasil e Estados Unidos concluíram na semana passada acordo que permite o uso comercial da base de Alcântara, no Maranhão. Debastes sobre o tema se arrastam desde 2000, quando o governo Fernando Henrique Cardoso assinou o acordo, rejeitado na sequência pelo Congresso Nacional. A base de Alcântara é considerada como uma das melhores zonas de lançamento do mundo por conta de sua localização muito próxima da linha do equador, o que permite uma economia de cerca de 30% no combustível necessário para essas operações.

Em entrevista ao Estadão, o embaixador do Brasil nos EUA, Sérgio Amaral, disse que as negociações reduziram a ingerência americana no Brasil e atenderam, dessa forma, críticas levantadas anteriormente pelo Congresso. “Essa negociação encerra quase 20 anos em que estamos tentando lançar da base de Alcântara mísseis de maior capacidade, de maior porte e que podem ser utilizados no uso comercial sobretudo de lançamento de satélite”, afirma Amaral.


Mais conteúdo sobre:

base de AlcântaraEUABrasilacordo
VOLTAR PARA O ESTADÃO