09.09.2018 | 18h58

Boulos não quer achar ‘pai da polarização’

Questionado por Vera Magalhães, do BR18, se a esquerda contribuiu para a polarização entre os polos ideológicos, e que deve aumentar após o atentado contra Jair Bolsonaro, Guilherme Boulos preferiu diferenciar o que é polarização do “que é violência e ódio” para dizer que não tem nada a ver com a questão.

“Querer achar o pai da polarização é hipocrisia. Numa sociedade em que seis bilionários tem mais que 100 milhões de pessoas nós vamos resolver polarização enfrentando esse abismo social, as desigualdades e o sistema de privilégios que vigora neste País. Para isso não poder ter rabo preso”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO