08.07.2018 | 20h44

Boulos: ‘Domingo da vergonha para as instituições’

Guilherme Boulos, que foi para a porta da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba esperar a soltura de Lula, reclamou do final da novela, que terminou com a manutenção da prisão do petista. “Juiz de férias desrespeitando instância superior e Polícia descumprindo ordem judicial para esperar outra. Partidarização escandalosa”, escreveu.

Boulos, que comandando o MTST não parece tão exigente assim com o cumprimento de ordens judiciais, classificou que o resultado final proferido pelo presidente do TRF-4, Thompson Flores resultou em um “domingo da vergonha para as instituições brasileiras”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO