09.09.2018 | 08h59

Bolsonaro: vilão ou não vilão?

Uma exceção entre seus pares, o cientista político Jorge Zaverucha, professor titular da Universidade Federal de Pernambuco, diz em entrevista à Folha que Bolsonaro não é o vilão da eleição. Segundo ele, é um exagero dizer que o candidato do PSL ameaça a democracia.

Doutor em ciências políticas pela Universidade de Chicago e autor de livros sobre a relação entre democracia, autoritarismo e as Forças Armadas, Zaverucha não vê grandes diferenças entre Bolsonaro e os demais candidatos e acredita que ele seguiria as regras do jogo se vencer as eleições. Embora reconheça traços autoritários em Bolsonaro, diz que há muito a democracia brasileira passa por processo de morte lenta, provocado pelos que se dizem democratas, não pelos supostos autoritários. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO