13.03.2019 | 12h18

Bolsonaro vetou Ilona pela posição dela sobre aborto

Em café da manhã nesta quarta, 13, com jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o “desconvite” do ministro Sérgio Moro à cientista política Ilona Szabó ao posto de suplente do Conselho de Política Criminal e Penitenciária se deveu às posições dela sobre o aborto.

Bolsonaro afirmou que deu carta branca aos ministros para nomeações, mas que possui “poder de veto” em determinados casos. A presença dela, segundo o presidente, poderia criar “ruído” no Legislativo. O presidente disse que teve uma conversa “tranquila” com Moro sobre o assunto e que ele compreendeu a questão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO