03.11.2018 | 18h33

Bolsonaro vai manter ‘comunicação direta’

Ao usar a conta no Twitter no último dia 31, para dizer que irá anunciar os nomes dos novos ministros pelas redes sociais, o presidente eleito Jair Bolsonaro deu um recado claro: os próximos anos de governo devem ser marcados pela comunicação direta entre ele, os eleitores e a população em geral. Além disso, segundo reportagem do Estadão, os grupos de WhatsApp mais ativos durante a campanha eleitoral deverão continuar em funcionamento.

“Bolsonaro, seu filhos e um celular criaram uma rede de comunicação que o levou à Presidência. Esse contato direto deve ser potencializado e atingir milhões de pessoas”, disse ao Estadão o senador eleito Major Olímpio (PSL-SP). Na próxima semana, a cúpula do novo governo deverá se reunir para definir os parâmetros da comunicação do Planalto e já se sabe que o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), filho de Bolsonaro, terá protagonismo na continuidade do projeto de comunicação direta (ele já foi um dos responsáveis pela coordenação das redes sociais durante o período eleitoral). / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO