02.02.2019 | 16h37

Bolsonaro toma ‘bronca’ de médicos

O presidente Jair Bolsonaro tomou uma “bronca” da equipe médica do Hospital Albert Einstein, onde está internado desde segunda-feira, 28, por ter realizado uma videoconferência de 10 minutos na sexta-feira, 1, com o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. A orientação da equipe técnica é que ele não fale para evitar a formação de gases que podem comprometer sua recuperação.

“Eu pedi para não falar nada porque se não vai engolir ar e pode piorar o quadro abdominal, é isso que a gente acha”, disse ao Broadcast Político o cirurgião Antonio Luiz Macedo. Além de falar, médicos não querem que Bolsonaro fique com a televisão ligada para evitar reações emocionais.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Jair Bolsonaropós-operatóriobronca
VOLTAR PARA O ESTADÃO