15.08.2018 | 11h25

Bolsonaro tem pressa para superávit

Jair Bolsonaro tem a meta mais ousada entre os candidatos para acabar com o déficit primário. Ele promete zerar o número, hoje em R$ 139 bilhões, já no primeiro ano de governo, relata o Valor, e fazer superávit no segundo ano. Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) colocam a meta para 2020. As promessas, que constam no programa de governo de Bolsonaro, mas sem detalhamento de onde virá o dinheiro para cumpri-las.


VOLTAR PARA O ESTADÃO