26.02.2019 | 23h15

Bolsonaro ‘solidário’ com Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes, que fez um auê no Supremo após descobrir que ele e sua esposa foram alvos de uma investigação da Receita Federal, revelou ao jornal O Globo que recebeu um telefonema do presidente da República Jair Bolsonaro se solidarizando com a situação. “(Bolsonaro) Me cumprimentou, disse que estava solidário, acompanhando a situação, que queria que tivesse um bom encaminhamento. Por isso tinha delegado ao  (Marcos) Cintra (secretário da Receita) para que fizesse um bom encaminhamento, com respeito à institucionalidade”, disse.

A Receita informou posteriormente que Gilmar foi alvo apenas de uma “investigação preliminar” que não resultou em um processo de fiscalização. Não foi o único. O Estadão revelou ontem que o presidente do STF, Dias Toffoli, também sofreu o mesmo processo. Ministros do Supremo estariam conversando em particular com parlamentares para limitar a atuação da Receita Federal.


VOLTAR PARA O ESTADÃO