11.10.2018 | 06h35

Bolsonaro nega elo com violência

Jair Bolsonaro usou sua conta no Twitter para repudiar atos de violência relacionados às eleições e dizer que dispensa votos de eleitores que se portam desta forma. “Dispensamos voto e qualquer aproximação de quem pratica violência contra eleitores que não votam em mim. A este tipo de gente peço que vote nulo ou na oposição por coerência, e que as autoridades tomem as medidas cabíveis, assim como contra caluniadores que tentam nos prejudicar”, postou.

Mais cedo, em entrevista, ele havia respondido a uma questão sobre isso dizendo que foi ele quem levou a facada e se desvinculando dos atos, sem, no entanto, condená-los textualmente. “A pergunta deveria ser invertida. Quem levou a facada fui eu. Se um cara lá que tem uma camisa minha comete um excesso, o que tem a ver comigo? Eu lamento, e peço ao pessoal que não pratique isso, mas eu não tenho controle. A violência e a intolerância vêm do outro lado e eu sou a prova disso”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO