04.02.2019 | 16h21

Bolsonaro: ‘Reforma será moderna e fraterna”

Em carta ao Congresso por conta da abertura do ano Legislativo, o presidente Jair Bolsonaro repetiu as ladainhas de outros discursos: críticas ao PT e a esquerda, luta contra a “doutrinação nas escolas” e “mais Brasil e menos Brasília”. Deu destaque também à reforma da Previdência, o grande debate que terá que fazer com os congressistas ainda este mês. Chamando a proposta de “moderna e ao mesmo tempo fraterna”, o presidente disse que pretende separar Previdência e assistência, com “equilíbrio atuarial”.

“A Nova Previdência vai materializar a esperança concreta de que nossos jovens possam sonhar com seu futuro, por meio da Poupança Individual da Aposentadoria, um dos itens que está sendo formulado. É uma iniciativa que procura elevar a taxa da poupança nacional, criando condições de aumentar os investimentos e o ritmo de crescimento. É um caminho consistente para liberar o País do capital internacional.


VOLTAR PARA O ESTADÃO