16.11.2018 | 12h36

Bolsonaro para exportação

A influência de Eduardo Bolsonaro na escolha do novo chanceler do Brasil, Ernesto Araújo, faz parte de um projeto do deputado federal reeleito por São Paulo: ascender como uma voz da direita latino-americana e estreitar a interlocução com integrantes da administração e do estafe político de Donald Trump.

Reportagem da Folha apresenta a estratégia internacional do filho de Bolsonaro, além dos contatos nos EUA, mantém pontes com um grupo venezuelano Rumbo Libertad, que faz oposição ao ditador Nicolás Maduro no país.


VOLTAR PARA O ESTADÃO