20.08.2018 | 14h06

Bolsonaro ‘autoritário’, não militar

Heloisa Starling, historiadora e coautora do livro Brasil: uma Biografia, afirma em entrevista à Folha que vê o discurso de Jair Bolsonaro não como uma defesa de valores militares, mas sim autoritários.

Para ela, o período da ditadura nos fez associar as duas coisas, que seriam distintas. Os valores militares têm “outra natureza, como coragem ligada à defesa da pátria diante do inimigo externo e compaixão que conduz à realização de campanhas humanitárias”, explica. “Todas as propostas que (Bolsonaro) tem feito são referentes à supressão de direitos, à disseminação de violência e à extinção de instituições fundamentais.”


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Jair BolsonaroautoritarismoMilitares
VOLTAR PARA O ESTADÃO