17.11.2018 | 16h25

Bolsonaro fazendo sucesso nos EUA

Se por aqui o fim da participação cubana no Mais Médicos deixou muita gente preocupada com um possível “colapso” no sistema de saúde, em terras norte-americanas a medida foi bem vista. Depois de Kimberly Breier, a principal funcionária do Departamento de Estado para a América Latina elogiar a postura de Bolsonaro, foi a vez do Conselho de Segurança Nacional dos EUA parabenizar o posicionamento do presidente eleito.


“Elogiamos o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, por tomar posição contra o regime cubano por violar os direitos humanos de seu povo, incluindo médicos enviados para o exterior em condições desumanas”, disse em sua página no Twitter. Bolsonaro agradeceu: “Thank you”.

Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Jair BolsonaroEUANSCMais Médicos
VOLTAR PARA O ESTADÃO