26.04.2019 | 14h59

Bolsonaro está mesmo disposto a privatizar?

O presidente Jair Bolsonaro declarou, na quinta-feira, 18, ter “simpatia inicial” pela privatização da Petrobrás, defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Em artigo no Estadão nesta sexta sexta-feira, 26, a colunista Elena Landau comenta sobre a declaração e a postura do presidente quanto à privatização de empresas estatais.

Para a economista, é preciso que o presidente tenha uma posição mais determinada, que vá além do discurso e busque, de fato, realizar as privatizações. “Só há uma solução para blindar as empresas e proteger o patrimônio que, controlado pela União, é nosso: a privatização”, defende. Na avaliação da colunista, o modelo mais próximo ao ideal deve ser o de privatização efetiva, e não apenas a “política de desinvestimento” na estatal, desenhada no governo passado, quando vendeu-se parte da posição de monopólio da Petrobrás no refino, porém sem retirar seu controle do governo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO