22.09.2018 | 14h53

‘Bolsonaro e Haddad atados por fanatismo’

Em seu artigo no Estadão deste sábado, 22, o professor Marco Aurélio Nogueira, coordenador do núcleo de estudos e análises internacionais da Unesp, argumenta que Fernando Haddad e Jair Bolsonaro “estão atados por um mesmo tipo de cegueira e fanatismo”, apesar de “um ser autoritário, o outro não”.

“O modo como avançou a disputa não sugere que o próximo ciclo será produtivo. As campanhas deseducam a população. Eleitores petistas estão sendo induzidos a acreditar que do céu cairá uma chuva de fartura e facilidades. Os de Bolsonaro acham que ele acabará com a bandidagem e a corrupção. Uns e outros estão cansados e parecem querer ver o circo pegar fogo”, afirma.


Mais conteúdo sobre:

Jair BolsonaroFernando HaddadPSLPT
VOLTAR PARA O ESTADÃO