31.07.2018 | 08h04

Bolsonaro e a ‘honra’ de ser vice de Aécio

Uma das estratégias utilizadas por Jair Bolsonaro na entrevista ao Roda Viva foi rebater a queima-roupa declarações suas evocadas por jornalistas da bancada, dizendo não ter dito ou que a afirmação tinha sido tirada do contexto. Negou, por exemplo, ter dito que gostaria de ser vice de Aécio Neves em 2014. Mas ele disse, sim. E foi em entrevista pingue-pongue à revista InfoMoney, o que afasta argumentos como a falta de contexto.

A frase foi a seguinte: “Se eu não conseguir me candidatar quero ser vice do Aécio Neves”. Disse que isso nunca havia sido discutido, mas que seria uma “grande honra” para ele. Leia a íntegra da entrevista –que Bolsonaro jamais corrigiu em quatro anos. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO