14.03.2018 | 07h12

Bolsonaro defende campo de refugiados em Roraima

O pré-candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, defendeu em entrevista ao Estadão a revogação da lei de imigração, recém-aprovada, e a restrição à entrada de imigrantes venezuelanos no país. Também pregou a construção de um campo de refugiados em Roraima para abrigar os venezuelanos que já estão aqui.

Com opiniões como esta, Bolsonaro aparece na entrevista com sua roupagem original: focado em temas relacionados à segurança, minimizando a importância de direitos humanos e meio ambiente e usando de voluntarismo ao responder como pretende governar sendo de um partido pequeno.


Mais conteúdo sobre:

Jair BolsonaroRoraimaVenezuela
VOLTAR PARA O ESTADÃO