12.10.2018 | 19h19

Bolsonaro dá chá de cadeira em Doria

Jair Bolsonaro não apareceu a um encontro pedido por João Doria Jr. nesta sexta-feira. O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, que declarou apoio a Bolsonaro já no domingo do primeiro turno, chegou a ir à casa do suplente de senador eleito no Rio Paulo Marinho, um dos integrantes do núcleo mais próximo de Bolsonaro, mas o presidenciável do PSL disse que estava indisposto e não foi ao seu encontro.

Na conversa, o presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno, reafirmou a posição de neutralidade do partido na disputa em São Paulo –disse que os filiados podem individualmente fazer o que bem entenderem. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO