04.10.2018 | 23h14

Bolsonaro com colostomia até fim de novembro

Ao falar sobre seu estado de saúde em entrevista de 25 minutos exibida pela TV Record nesta quinta-feira, 4, na mesma hora do debate de outros presidenciáveis na Globo, Jair Bolsonaro disse que, se seguir as determinações médicas, respeitando os limites de seu corpo, deverá retirar a bolsa de colostomia entre o final de novembro  e o começo de dezembro e voltar às atividades normais.

Ele contou que, na quarta-feira, 3, uma junta médica do Hospital Albert Einstein, comandada pelo cirurgião Antonio Luiz Macedo, examinou-o em sua casa, no Rio de Janeiro, onde se recupera do atentado de que foi alvo, e que lhe foi recomendado não falar mais que 15 minutos. Por isso, disse ao jornalista da Record que, quando atingisse essa marca precisaria dar uma parada  de meia hora e só depois voltar a conversar. “Ele falou que a recuperação minha está sendo fantástica”, disse. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO